Nanã

Orixá muito antigo, é a mais antiga dentre os orixás femininos, as Iabás, e senhora da matéria-​prima da vida. Seu dia é o sábado, seu elemento as águas paradas e lamacentas, sua cor o azul e o branco, também o preto e o roxo.

Nanã fornece a lama para modelar o homem

Quando Olorun encarregou Oxalá de fazer o mundo e criar o homem, Oxalá fez várias tentativas. Tentou fazer o homem com o ar, como Ele. O homem se desfez e não deu certo. Tentou fazê-​lo de pau, mas o homem ficou muito duro. De pedra, mais duro ainda. De fogo, o homem logo se consumiu e se apagou. Tentou azeite, água, vinho-​de-​palma, nada deu certo.

Nanã veio auxiliar. Apontou o ibiri, seu cetro, para o fundo do lago onde morava e de lá retirou um pouco de lama. Deu a lama a Oxalá, que modelou o homem no barro. Olorun soprou o barro modelado e deu vida ao homem.

Um dia, todo homem morre e volta à natureza de Nanã, retornando à terra.

facebook logo pinterest twitter instagram youtube vimeo logo grunge peq logo folhadosanto preto textonly peq

© Copyright DoSanto, 20052017 — Todos os direitos reservados ®.

All Rights Reserved.